face 11 para siteUm projeto de intervenção aparece para contribuir com a transformação social da realidade de jovens em situação de vulnerabilidade. No Grupo AdoleScER, visando minimizar as violências na comunidade escolar, essas ações sociais são feitas de forma periódica e geram importantes reflexões para a mudança de atitude de jovens, professores e funcionários. Durante o mês de agosto, a escola estadual Maria Goretti, localizada na comunidade de Caranguejo/Tabaiares, recebeu ações dentro dessa perspectiva trazendo o respeito como tema norteador e discutindo problemáticas como o bullyin, o respeito ao próximo, a si e aos professores e professoras.

A construção das ações e a escolha dos temas abordados foram feitas de forma conjunta entre a equipe do Grupo AdoleScER e o corpo docente da escola. “A escolha dos temas e as turmas se deu porque os/as professores/as observaram que as turmas são bem indisciplinadas e muito violentas, praticam principalmente a violência física e verbal”, comenta Ângela Franco, educadora do GA.

O Projeto de intervenção foi pensado para trabalhar as diversas dificuldades encontradas na escola no que tange a violência escolar. Neste sentido o GA levou dinâmicas, vídeos e textos que fizeram os/as estudantes refletirem e praticarem a não violência, tornando a sala um ambiente de convívio mais harmônico.

Na culminância do projeto, foram distribuídos para alunas/os, professores/as e funcionárias/os chaveiros em formato de coração que simbolizaram a paz, o amor, a amizade e o respeito, sentimentos trabalhados nos encontros formativos.

Confira fotos do processo, clique
aqui.