Trabalhar com formação demanda muita energia e afeto: se preparabastante com estudos, organizando a atividade, elaborando um momento legal deacolhida para receber todos os dias o Educando. Mas quem cuida do Educador quedesenvolve isso com tanta dedicação? No Grupo AdoleScER adota-se um trabalhovoltado para os cuidados com o ser interior que cada um possui, independente dequalquer tipo de crença ou religião, o mais importante é que o profissionalesteja bem para que ele possa construir uma ação em sintonia com as causashumanas e sociais.

Chamamos esse trabalho de “Cuidar do Cuidador”, que é nada menos do que uma técnica proporcionada pelainstituição para, como o próprio nome diz, cuidar da mente e do corpo dosnossos educadores e educadoras, seja com: relaxamento, massagem, reflexões sobresua vida e caminhadas, passeios, momentos para desenvolver a afetividade e orespeito mútuo entre a equipe, dinâmicas mais divertidas, capazes de movimentaro corpo, desafios para serem solucionados naquele momento, dentre outras formasque estão repletas de carinho e afeto.

Os educadores aderem de forma muito saudável e com bastante empatia.  É um momento muito esperado por todos que ocorre bimestralmente, em um calendário organizado no planejamento anual a partir de uma escuta de todos os funcionários, que opinam a melhor forma de ser conduzido este momento. São feitas duplas para cada mês que ocorre o Cuidar do Cuidador, e essas duplas são responsáveis de dar o encaminhamento desta atividade.  “O Cuidar do Cuidador não é simplesmente uma atividade, é uma terapia” – complementa André Fidelis, coordenador do Grupo AdoleScER.

É fato que para atividades ocorrerem bem com crianças, adolescentes, jovens, familiares, com toda a comunidade e escolas parceiras, o educador precisa estar bem, em sintonia com as demandas sociais que o seu que fazer proporcionará cotidianamente.  Não há mágicas nos trabalhos que são desenvolvidos para a construção de um mundo melhor, mas sim pessoas dedicadas que cuidam de outras pessoas e precisam ser cuidadas também.

Outubro 2018